quinta-feira, 23 de junho de 2016

Advogado de ex de Latino afirma que prisão de cantor foi decretada


O advogado da modelo Jack Blandy, ex de Latino, afirmou que o cantor teve o pedido de prisão decretado na última segunda-feira (20). O motivo, segundo o jurista, seria a falta de pagamento de pensão alimentícia para o filho de três anos que o casal teve. 
A informação foi dada pelo advogado da modelo, Carlos Leal, ao site Ego. Ele afirmou, ainda, que o pedido de prisão foi consequência de um pagamento de pensão que deveria ter sido realizado em dezembro do ano passado. "Lamentavelmente, Latino espera chegar nesse ponto para suprir as necessidades do menor, que está passando por diversas dificuldades", disse o jurista. 

Também procurado pelo site Ego, Latino negou a informação de que sua prisão teria sido decretada. " Mentira! Eu estou processando ela inclusive por calúnia e difamação", disse o artista. 

O cantor disse que está trabalhando em um filme atualmente e negou ser rico. "Estou rodando um filme e não tenho tempo para ficar absorvendo essas coisas. Se eu fizer as vontades de todos que me processam, não vivo. Ela não quer trabalhar, só quer viver de pensão. Complicado! Pago o que posso. Não sou rico", disse. 

O processo contra Latino foi aberto em maio de 2015. Somente em dezembro, Latino foi citado. No entanto, o advogado do cantor afirmou, à época, que o depósito já havia sido feito.

Nenhum comentário:

Postar um comentário